Finalmente foi revelado o novo iPhone 4S. Em sua quinta versão, este não ganhou mudanças estéticas; apenas internas. Novo processador dual-core A5, dual-core na placa gráfica (agora 7x mais rápida), câmera de 8 megapixels com FullHD, estabilizador de imagem, problema da antena resolvido (com 4G e cobertura GSM+CDMA), e o ‘revolucionário’ Siri, um sistema que praticamente faz você conversar com o seu telefone para acessar as funções nativas do novo iOS 5. Mas antes de sua apresentação, choveram boatos.
Eram capinhas revelando fundo metálico, vídeos mostrando teclado projetado, hologramas,… Alguns deles absurdos, outros veementemente aguardados pelo público e investidores. Conheça os 8 boatos “mais verídicos” que não se confirmaram com o novo lançamento da Apple.

iPhone 4S (Foto: Reprodução)iPhone 4S (Foto: Reprodução)

iPhone 5
Pois é, meus caros. Todos os sites (incluindo nós) acharam que a nova versão do iPhone teria o nome de “iPhone 5”. A especulação era clara, já que se imaginava um design ainda mais fino, mais leve, redesenhado,… tinha que ter outro nome! Além disso, em inglês, existe uma cacofonia com a combinação do número quatro e a letra S que, em tradução literal, significa “para a bunda”.
Tela de 4 polegadas
A tela era praticamente uma certeza. Afinal, com um iPhone melhor, a Apple teria que dar um upgrade em sua famosa tela Retina Display. Como? Aumentando ainda mais o tamanho, oras! Mas quem acreditou mesmo na mudança esqueceu de uma coisa: o fato de a Apple preferir trabalhar com o mesmo tamanho de tela desde a sua primeira edição facilitou (e facilita – e muito!) o trabalho dos desenvolvedores, que não precisam ficar preocupados com a adaptação dos aplicativos em diferentes telas, como acontece no Android.
Mais fino, mais leve (e mais boato)
Esse é o lema de todo novo design do iPhone, então porque não manter a tradição? A primeira mudança foi com o iPhone 3G, e o sucessor iPhone 3GS manteve o design. Agora, o iPhone 4 e o iPhone 4S seguiram a mesma lógica. Seguindo a ideia, a especulação é de que no próximo ano seja lançado o iPhone 5, com o tal design mais fino e mais leve que esperamos. Em seguida, em 2013, teremos o iPhone 5S, com o mesmo design e mudanças no hardware. E por aí vai.

Siri, recurso presente no iPhone 4S (Foto: Divulgação)Siri, recurso presente no iPhone 4S (Foto: Divulgação)

Sem botão Home. Ou um botão redesenhado.
Cogitou-se a ideia de que o “iPhone 5” teria um botão até meio parecido com o do Galaxy S2, mais quadrado. Em outras vertentes, cogitou-se também a ausência de botões, seguindo a tendência dos novos smartphones do mercado, com suas telas com botões touchscreen. Mas com o iPhone 4S, nada mudou. Continua redondinho, do jeito que sempre foi.
Steve Jobs apareceria no palco
Cogitou-se a possibilidade dele ter se retirado da Apple para melhorar seu físico. Assim, surpreendendo toda a mídia internacional, surgiria ele com o novo iPhone, seguindo a tradição de todos os anos. Mas não foi assim. Tim Cook e outros diretores da Apple cuidaram da apresentação. Jobs nem estava por lá. Torcemos por sua melhora.
NFC – Chip para pagamentos sem fio
A tecnologia já é tendência no Android, Windows Phone e Nokia, então porque não adotar ao novo sistema de pagamentos por aproximação? Afinal, o iPhone já se mostra uma poderosa ferramenta de pagamentos e transações bancárias com serviços como o PayPal, Cielo e, lá fora, o Square, que coloca um leitor de cartões de crédito no telefone para gerar pagamentos. Mas não foi dessa vez. Será que chegará só no iPhone 5, ou a Apple ainda acha essa tecnologia insegura demais para os seus consumidores?

Relógios do iPod nano (Foto: Divulgação)Relógios do iPod nano (Foto: Divulgação)

A morte do iPod
Depois de retirar os games de iPod do iTunes e acabar com o suporte oficial aos iPods clássicos, parecia que a Apple daria fim aos iPods. Alguns defendiam. “É um iPhone sem função de telefone’, diziam sobre o iPod touch. “É muito mais caro que os MP3 players do mercado”, diziam outros. Bem… nesta conferência, eles não só lançaram uma versão branca do seu iPod touch como também “oficializaram” o uso do iPod nano touch como relógio multi-tarefa (e agora multi touch).
Lançamento no Brasil
Se a montadora de produtos Foxconn expandiu sua fábrica e logística no Brasil, e além de fabricar seus iPods como já o faziam, também passarão a montar iPads e iPhones por aqui, esse – mais do que nunca – era um sinal de que a Apple finalmente acordou e está olhando o nosso país como um importante player mundial. Óbvio que o iPhone 4S chegará aqui rápido, certo?
Errado. A tiragem inicial será lançada dia 14 de outubro nos EUA, Canada, Austrália, Inglaterra, França, Alemanha e Japão. No dia 28 chega em tantos outros países, mas o Brasil não está nessa lista. Sem previsão, deve chegar lá pro Natal. Ou depois. Eles não se importam com isso.


E você? O que você esperava do novo iPhone? Compartilhe conosco a sua raiva (ou sua paixão) pelo que não apareceu no novo iPhone 4S.