Já é notório e público o fato de existir uma concorrência entre as empresas da indústria de games, mas a batalha entre a Activision e a Electronic Arts já está tomando proporções, digamos, “explícitas demais”.
Depois de a EA ter afirmado que gostaria de ver a série Call of Duty cair por terra de vez, aActivision agradeceu à EA por todo o hype causado até agora, e continua na defensiva. Com a palavra, então, o estúdio produtor de Modern Warfare 3, Sledgehammer, informou que o seuMW3 possui uma vantagem competitiva em relação aos concorrentes: A taxa de quadros por segundo.
Modern Warfare 3 x Battlefield 3: Troca de indiretas fica mais intensa (Foto: Divulgação)Modern Warfare 3 x Battlefield 3: Troca de indiretas fica mais intensa (Foto: Divulgação)
O fundador do estúdio, Glen Scholfield, reafirmou que a jogabilidade de Modern Warfare 3será fixada em 60 quadros por segundo, permanentemente, ao contrário do que os produtores (DICE) de Battlefield 3 disseram dias atrás, quando confirmaram que seu jogo de guerra nos consoles seria fixado a 30 quadros por segundo, e que isso era a coisa “mais normal em jogos de tiro nos consoles”, por questões de performance do hardware.
O produtor da Dice também afimou que não irão lançar um “motor gráfico”, mas sim um “jogo”.
Apesar de Scholfield citar que a vantagem “competitiva” de MW3 seria essa, ele tomou bastante cuidado para não dizer o nome que todos já sabem: “Battlefield 3”. Também é fácil deduzir a indireta, pois a briga entre as duas maiores publicadoras da indústria internacional estão cada vez mais sérias.
Com a nova lenha na fogueira, parece que se os dois chefes das companhias se encontrassem pessoalmente, vão sair no tapa. De qualquer forma, essa é uma briga que está ficando bem interessante de se ver.
E você? Na sua opinião, qual dos títulos é o melhor? Deixe seus comentários.
Via CVG.