iPhone 5 (Foto: Reprodução)Uma das possíveis versões do iPhone 5

Depois de um funcionário da Apple perder um protótipo do novo iPhone em um bar, mais de uma vez – diga-se de passagem -, e vários outros rumores surgirem de “informações vazadas”, a empresa divulgou em seu site a procura por dois novos empregados como “gestores de segurança de novos produtos”.
Esses trabalhadores se juntariam a uma equipe que inclui ex-agentes do FBI e outros profissionais altamente capacitados com experiência em aplicação da lei. Apesar de uma força de segurança não parecer de acordo com a sua imagem amigável, a Apple necessita da melhor proteção que pode comprar, segundo especialistas em segurança corporativa.


“Espionagem industrial gera muito dinheiro. Bilhões de dólares em dinheiro. Mas a paranóia é justificada”, diz Jim Stickley, co-fundador da empresa de consultoria e segurança corporativa TraceSecurity. “Tudo o que eles estão tentando fazer, seus concorrentes querem saber. Todo mundo quer saber”.
Por isso, as empresas têm a obrigação de impedir que informações sejam vazadas, ele diz: “se eles falham, o sistema falhou tanto quanto o individual”. Até agora a Apple nem confirmou existência real de um iPhone 5, apesar de relatos afirmarem que já está sendo fabricado para as vendas no início de outubro.
Via HuffingtonPost