“Isso é tão Black Mirror”. A expressão que já era muito usada por causa da incrível série da Netflix. Agora, seu filme Black Mirror: Bandersnatch, nos trouxe algo inovador e faz com que a gente se prenda e busque descobrir os vários finais que ele tem.

Se ainda não viu o filme é importante que a veja primeiro, porque a partir do próximo parágrafo terá muito spoiler e podemos tirar a sua descoberta de ver os caminhos que deve tomar para chegar aos finais.

Parece que todos os caminhos que nós tomamos vão levar a um mesmo destino ou próximo ao “mesmo”. Seja ele o Stefan Butler (Fionn Whitehead) preso ou seu game fracassado ou, se ele tem glória com seu game, ele é preso do mesmo jeito.

Antes de falar de alguns finais, vou colocar aqui um diagrama das escolhas que você pode fazer e ver os diferentes caminhos que você pode seguir:

Como podemos ver, cada escolha levará você a um caminho, seja em uma descida ou um retorno para voltar ao caminho que ele quer lhe levar de fato.

Os finais que vimos foram:

FINAL – MORTE DE STEFAN

Em uma das suas escolhas você faz com que Stefan entre no espelho e volte para sua infância. Ele recupera o ursinho e atrasa sua mãe novamente, que pergunta se ele vai acompanhá-la. E se você escolher sim, o garoto vai na viagem de trem e também morre. O filme volta ao presente e mostra que, ao ter morrido no passado, Stefan também morreu no presente na sala de sua terapeuta.

FINAL – PRISÃO

Num dos finais, você escolhe a opção PAC (Program and Control), um programa de controle do qual o pai de Stefan faz parte e ele vê todas as fitas gravadas e coisas que seu pai fez com ele. Ele então descobre que é monitorado a vida toda por seu pai e sua terapeuta.

Com raiva e fora de controle, ele discute com seu pai na cozinha, pega um cinzeiro e golpeia o pai na cabeça, matando-o. Surge a opção para enterrar ou cortar, ao escolher o enterro, o cachorro do vizinho descobre o corpo, e aí Stefan é preso pelo assassinato. Seu jogo é lançado antes de ser finalizado em meio à polêmica do crime e ganha uma nota mediana.

FINAL – PRISÃO 2

Se nas opções acima você escolhe cortar em pedaços, Stefan ganha mais algum tempo, finaliza o seu game e conquista uma ótima nota, mas o crime é descoberto e ele é preso do mesmo jeito.

FINAL – O GAME É RELANÇADO NOS DIAS ATUAIS

Com a Prisão 2 feita e o game tirando nota 5, nos dias atuais a filha do Colin, já adulta e seguindo os caminhos do pai, faz uma versão do jogo para colocar na Netflix. O usuário consegue controlar as decisões dela, que precisa escolher entre jogar chá no computador ou destruí-lo, já que ela é a nova vítima da paranoia.

FINAL – CENA DE AÇÃO DA NETFLIX

Quando Stefan grita para quem o está controlando, aparece as opções do símbolo de Bandersnatch e da Netflix e quando você clica Netflix ela vai explicando o que é Netflix.

Depois do bate papo entre o usuário da Netflix e o Stefan, ele vai até o consultório da sua terapeuta e ela questiona se toda aquela realidade é feita para o entretenimento, porque as coisas não são mais interessantes? E aí você tem duas opções, lutar com ela ou pular pela janela.

Se escolher a opção lutar com ela tem uma continuidade, e eles entram em uma luta louca até o pai dele entrar na briga.

FINAL – UM ATOR

Se a opção “pular pela janela” foi o que você escolheu, você vai ver que tudo era gravado e que estão num ambiente de “encenação”.

FINAL – PAX

Nessa tela se você escolher o Pax, você irá descobrir quem é Pax, o demônio do início do filme.

E aí, em qual final você chegou? Me senti deixando um detonado de um game para vocês aqui, espero que tenham gostado do meu post e comenta aí se teve algum final diferente! E não deixe de ver minha crítica sobre Bandersnatch aqui em nosso site.