A Sony Ericsson participou da Brasil Game Show com uma apresentação bem oportuna para o Xperia Play, seu smartphone conhecido como “PlayStation Phone”, recentemente lançado no mercado brasileiro. A conferência foi conduzida por Karl-Johan Dahlström, representante da companhia que veio ao Brasil para divulgar um pouco mais o produto ao público brasileiro e seus desenvolvedores presentes nos primeiros dias da feira – reservados para profissionais da indústria e estudantes.

Palestra Sony Ericsson na Brasil Game Show (Foto: Allan Melo/TechTudo)Palestra Sony Ericsson na Brasil Game Show (Foto: Allan Melo/TechTudo)

Karl lembrou que um dos slogans do Xperia Play é que o aparelho “é sobre games e para games”. Obviamente isso se dá por conta de seus controles físicos, que ficam escondidos até que o usuário faça o “slide” no dispositivo. Ele comentou o quanto os produtores tem se esforçado para desenvolver games para o smartphone, que já conta com cerca de 41 jogos adaptados, incluindo aí no meio alguns próprios.

Como lembrado na conferência, atualmente a Sony Ericsson conta com importantes parceiros para jogos no Xperia Play, entre eles a gigante Electronic Arts. Ela já lançou alguns títulos de peso como Battlefield: Bad Company 2, Need for Speed: Shift e Need for Speed: Hot Pursuit, que são sucesso de vendas.
Outra grande produtora a bordo do smartphone é a Gameloft, famosa por seus jogos com belos gráficos, ainda que “altamente inspirados” em outros games de sucesso. A Square Enix também foi citada, já que Lara Croft and the Guardian of Light vai sair para o celular, de forma exclusiva em termos de plataformas Android. Por fim, o hit indie Minecraft foi citado como um dos responsáveis pelo Play em muitos países, tendo ficado na liderança de vendas em termos de jogos durante semanas após seu lançamento.

Palestra Sony Ericsson na Brasil Game Show (Foto: Allan Melo/TechTudo)Palestra Sony Ericsson na Brasil Game Show (Foto: Allan Melo/TechTudo)

O executivo apresentou números ao público, para justificar o motivo que as empresas teriam ao desenvolver para o Xperia Play. Há um interessante dado, por exemplo, que fala sobre os jogadores donos do aparelho: 80% deles jogam games todos os dias, um número oito vezes maior do que é visto em outras plataformas móveis. Além desta, 75% dos downloads realizados no Play são premium, ou seja, pagos, o que representa três vezes mais do que é visto nos concorrentes.
Infelizmente, nada foi citado a respeito do preço do Xperia Play no Brasil – cerca de R$ 1800 -, um valor consideravelmente alto até para os mais fervorosos fãs de smartphones e de novidades na tecnologia. Por outro lado, Karl finalizou sua conferência com incentivos para os desenvolvedores que quiserem lançar seus aplicativos e games no Play – kit de desenvolvimento gratuito disponível no site oficial e outra série de facilidades. A próxima geração de produtores agradece.