Faltando exatos 12 dias para o lançamento do PlayStation Vita no Japão, o seu provável “calcanhar de Aquiles” começa a dar suas caras e por incrível que pareça ele foi criado pela própria Sony.

imagem

Estamos falando do Memory Card do PlayStation Vita, que possui um formato proprietário, ou seja, criado apenas pela Sony. O que isso tem de ruim? Como a Sony é a criadora do formato e única fabricante, ela pode cobrar o que desejar pelo acessório, que é obrigatório ao portátil.

Nesta semana a empresa revelou os valores dos cartões de memória que estarão a venda no dia do lançamento do console. Está sentado? Vamos aos preços?

imagem

A tabela acima mostra apenas dois preços oficiais, nos Estados Unidos e no Japão. Na Europa e no Reino Unido utilizamos um preço médio de um cartão de memória vendido no país com a mesma capacidade de armazenamento e no Brasil utilizamos o mesmo cálculo da Sony Brasil para a venda do PlayStation 3 por aqui (uma simples regra de três). A primeira análise que podemos tirar é que os cartões de memória oficiais são muito caros no exterior e ridiculamente caros no Brasil.

Quando comparamos os preços americanos com cartões de memória de outros formatos (SD Card, por exemplo), podemos ver que os cartões de memória oficiais do PlayStation Vita estão totalmente fora da realidade:

imagem

Ou seja, se o PlayStation Vita utilizasse SD Card no lugar do formato proprietário, poderíamos comprar um cartão de memória de 8GB de uma outra fabricante por apenas U$9,99. Mas não, graças a genialidade de alguém da Sony, teremos que gastar absurdos 44,99 dólares nos Estados Unidos e impagáveis R$199,99 no Brasil.

Vamos lembrar que a Sony colocará a venda todos os jogos do PlayStation Vita na PlayStation Store e cada um deles custará U$39.99. Se imaginarmos que em um cartão de memória de 8GBs poderemos guardar quatro jogos do PlayStation Vita, o preço do jogo digital pulará de U$39.99 para U$51,23. E se um jogo ocupar todos os 8GB do seu caríssimo cartão, ele custará incríveis U$84,99.

E no Brasil? Se formos muito otimistas, os jogos do PlayStation Vita custarão R$129,99. Agora jogue os valores do cartão de memória nacional em cima e comece a fazer as contas.

E para piorar, os preços dos cartões de memória do PlayStation Vita não tendem a baixar, visto que a Sony não possui nenhum concorrente!

Ou seja, porque eu gastaria muito mais comprando um jogo digitalmente quando posso pagar mais barato comprando ele em mídia física? Querido mercado de jogos digitais, me desculpe, mas com esta política de preços, continuarei no mercado de jogos físicos!

por lDante_Sparda, fonte: Gamegen