Crítica do filme Dunkirk

Christopher Nolan é certamente um dos cineastas contemporâneos mais bem sucedidos, com uma felicidade ímpar no cinema ele conseguiu alcançar um patamar que muitos lutam a vida toda para conseguir e talvez nunca chegam. Depois de revitalizar o herói Batman no cinema com a mais bem sucedida trilogia, até então, feita, com sucesso de crítica e público, Nolan investiu em projetos próprios e entregou trabalhos memoráveis em A Origem e Interestelar.

Dunkirk é um exemplo de filme que serve bem para demonstrar o poder do cinema em contar uma história através de sons e imagens, que é, diga-se de passagem, a principal característica da sétima arte. Contrariando uma ideia que sempre circula por aí (um suposto didatismo que o Nolan tem nos seus filmes) basicamente a construção da narrativa é quase que totalmente sem diálogos, a utilização cirúrgica de vários elementos de tela em mise-en-scène traduzem por si só o que o diretor quer transmitir.

Nolan demonstra domínio da linguagem cinematográfica, ao conduzir a projeção de forma picotada, abrangendo vários de seus personagens em seus momentos particulares a respeito daquele acontecimento. Vale dizer que essa técnica já tinha sido utilizada por Nolan anteriormente, quem assistiu Amnésia vai perceber semelhanças.

A influência de Hitchcock, mais uma vez, mostra-se presente em um filme do diretor, a trama bebe muito das fontes do mestre do suspense, constrói um clima tenso e com a ajuda da trilha sonora, transmitem a agonia que os personagens estão passando, e isso reflete no espectador, transmitindo uma aura de urgência totalmente verossímil, dispensando em muitas vezes, inclusive, a suspensão de descrença exagerada, que por sinal é outro ponto que apontavam várias críticas sobre o diretor.

Tecnicamente o filme é impecável, com destaque para a edição e mixagem de som, que além de ser capaz de colaborar com a narrativa e proposta do diretor, ainda consegue ser um deleite para aqueles que gostam de música, não vai ser de nenhuma surpresa se nas premiações da academia, Dunkirk for lembrado, afinal o filme é o cinema em sua essência.

Envie o seu comentário

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here