Jessica Jones está de volta! Dessa vez com mais profundidade e com uma qualidade de roteiro bem maior que o da primeira temporada.

 

A segunda temporada de Jessica Jones ainda não se equipara à qualidade de Demolidor, mas com certeza é uma série que vai prender a sua atenção.

Pra ser bem sincera com vocês, eu não gostei da primeira temporada. Apenas duas coisas foram boas nela: Jeri Hogarth e Killgrave. Não só a personagem soava entediante, como a atuação de Krysten Ritter ficou muito aquém na temporada de estreia. Mas Marvel é Marvel e o coração da gente não resiste, certo?

Então eu pensei “vamos lá, dê uma segunda chance à ela”. Acredite: valeu muito a pena! Nessa segunda temporada, Jessica cresce como personagem, tornando-se mais humana, principalmente pelos traumas pessoais que se descortinam na trama. É uma história muito mais madura e crescente, com um ritmo alucinante.

Jessica Jones – um pouco menos de arrogância e mais humanidade

Ela agora tem de lidar com os dois lados da sua “fama”: uns a amam por ser poderosa, outros a abominam por ser uma aberração. Jessica descobre que foi cobaia em um experimento, que não resultou apenas nela. A busca pelo seu passado norteia a trama, mas ela não se limita a isso.

Outros personagens também tomam rumos inesperados e crescem consideravelmente, como sua melhor amiga Trish Walker, seu amigo e colaborador Malcolm Ducasse e a própria Hogarth, cada um tendo que enfrentar seus próprios demônios. Os dramas da vida real aparecem por aqui e você cria empatia com facilidade por eles. Outra questão trazida aqui também é o caráter moral dos atos das pessoas e suas consequências. A própria Jessica chega a se questionar onde é o limite, a linha que ela não deve cruzar.
Jeri Hogarth, Jessica Jones, Trish Walker e Malcolm Ducasse: todos tem um drama pessoal

Enfim, pra não dar spoilers… O que mais eu posso dizer é algo que vocês já sabem: a segunda temporada mantém as duas melhores coisas da anterior, Jeri Hogarth e Killgrave (isso mesmo que você leu, mas não da forma que você pensa!). Jessica também viverá momentos de muita emoção, que serão primordiais para o amadurecimento e mudança de postura dela. Além disso, lá pelo meio da temporada existe uma coisa que eu a-do-ro: plot twist! Sim, meus caros, quando você menos espera, a história dá uma virada de fazer o seu queixo cair, assim como o meu.

Jessica Jones está disponível na Netflix desde 8 de março, não deixem de assistir!!!

Ficou com água na boca?! Aproveita e dá uma olhada nos trailers da temporada abaixo:

Jessica Jones investiga o próprio passado no trailer da 2ª temporada

2ª temporada de Jessica Jones vem aí!

REVER GERAL
Pontuação
COMPARTILHAR
Posts anteriorJusticeiro | Segunda temporada começa a gravar as primeiras cenas
Próximo PostCrítica | Love – 3ª Temporada
Formada em Turismo e pós-graduada em Administração Financeira, consumidora compulsiva de qualquer material Sci-Fi, colecionadora de bons livros, cinéfila, tatuada, gamer por diversão, crítica amadora e metamorfose ambulante. Super poder: maratonar temporadas inteiras de séries em um único dia. Ponto fraco: música ruim é kriptonita.
Loading Facebook Comments ...