Jojo Rabbit

Crítica -Jojo Rabbit

A inocência de uma criança prevalece a guerra

Jojo Rabbit o filme de comédia que traz de pano de fundo o caos da Guerra Mundial e as atrocidades que Hitler fez e mostrar um pouco da lavagem cerebral que era feita nos Alemães.

Adaptado do romance Caging Skies por Taika Waititi, traz um tom totalmente diferente do que já estamos acostumados, satirizando, trazendo coisas modernas para o dialogo do filme para representar uma inocência e pureza que temos em nossas crianças.

Por mais que pareça que teremos morte do começo ao fim, o filme consegue trabalha a comédia com um tema serio e com isso fluir a dinâmica dos personagens.

O filme conta com a presença de Scarlett Johansson que é a mãe do Jojo e de  Elsa (Thomasin Mckenzie) uma adolescente Judia, essas duas personagens são importantes para mostrar ao Jojo a verdade que ele ainda não via no universo que ele imaginava.

Além delas temos também a presença do Taika Waititi vivendo o Hitler e com um tom meio personagem de desenho animado, esse personagem é o amigo imaginário de Jojo Rabbit.

A trama construída de uma forma que o personagem inicie o filme com um pensamento fantasioso e no decorrer ele vá conhecendo o lado ruim do mundo que ele imaginava ser o ideal e o que os adultos lhe passavam.

E com isso vá saindo da comodidade e veja o que está acontecendo não condiz com os seus verdadeiros ideais e que tudo que vêm pensando é diferente.

Portanto cada detalhe nesse filme é bem pensado para que a gente continue refletindo e vendo o queremos para nossas crianças e para nosso futuro e que ainda dá tempo de termos dias melhores.

Afinal trilha sonora do filme é bem interessante, ela trabalha um pouco a brincadeira das músicas com as imagens que vão aparecendo.

Confira tudo sobre Oscar 2020

Leia Mais
Gamemax participará da 11ª edição da BGS
%d blogueiros gostam disto: