A Electronic Arts possui realmente um controle poderoso sobre o mercado de videogames, que abrange as mais diferentes áreas, e agora fez mais uma vítima. A EA possui os direitos de uso em jogos dos carros da Porsche, e só os disponibiliza para games não produzidos por ela mesma através de um acordo de sub-licenciamento. 35 desses carros apareceram em Forza Motorsport 3, além de RUFs, versões modificadas e “genéricas” de carros da construtora.

Forza 3 (Foto: Divulgação)Forza 3 (Foto: Divulgação)

Mas desta vez, nada de Porsches licenciados. “No final das contas, entretanto, a EA não viu vantagem em colaborar de novo”, disse Brian Ekberg, da desenvolvedora da série Forza, a Turn 10, em seu blog. “Nós pedimos a nossos contatos na EA para reconsiderar a decisão deles com frequência e regularidade nos últimos 18 meses”, ele continua. “Nós também pedimos ajuda a várias pessoas influentes no mercado para fazer lobby em nosso nome e no dos nossos consumidores, mas sem sucesso.”

Ekberg explica que a Turn 10 possui direitos exclusivos do uso de Ferraris no Xbox e PCs, mas realiza acordos com outras empresas para que todos os jogadores tenham acesso aos carros nos games. “Embora respeitemos a necessidade da EA em administrar seu negócio como achar melhor, já colaboramos muito juntos no passado e esperamos encontrar o caminho de volta para uma nova abordagem.”
Afinal, não é só a Turn 10 que está perdendo 35 Porsches. Nós, jogadores, também estamos. Forza Motorsport 4, sem Porsche, será lançado exclusivamente para o Xbox 360 em 11 de outubro deste ano.
Via IGN