Deu ruim de novo pro nosso eterno Capitão Jack Sparrow….

Johnny Depp pode começar a cantar aquela música que diz “não está sendo fáaaacil….”, porque não está mesmo.

Após os momentos pra lá de turbulentos envolvendo seu já extinto casamento com a atriz Amber Heard, o ator se envolveu em mais uma confusão. Esta semana, Depp foi agraciado com um processo por ter agredido o gerente de locações Greg Rocky Brooks, em Los Angeles durante uma tarde de filmagens. Mas não foi só o cara que saiu mal nessa, também foram autuados por danos morais não específico o diretor Brad Furman e os produtores da Good Films.

O ocorrido teria rolado em abril desse ano, na época, por conta do tempo de uso excedido,  a vítima teria informado o fim do alvará de liberação de uma rua na cidade de Los Angeles que estava sendo usada para as gravações do filme “City of Lies”.

Furman, o diretor, disse para Brooks avisar a Johnny Depp sobre o finalização do expediente, o que teria deixar o ator pistola (?). Depp então desferiu socos nas costelas e no rosto de Greg e, segundo o mesmo, o artista gritava enquanto o batia: “Ele estava a 15 cm de distância, gritando ‘Quem é você? Você não tem o direito. Te dou US$100 mil dólares para me dar um soco agora!'”

Greg Brooks foi demitido alguns dias após o ocorrido por ter negado assinar um documento onde se comprometeria a não processar o ator sobre o incidente. Nesse mesmo documento havia também uma denúncia dizendo que Johnny Depp estaria sob efeito de bebida alcóolica, além de mencionar as afrontas sofridas por conta da demissão sem justa causa.

Parece que o Johnny Depp anda perdendo a linha cada vez mais…