Após 15 anos de publicação, a saga de Tite Kubo chegou ao seu volume final. A história de Kurosaki Ichigo, publicado pela Shueisha em formato tankohon desde 2001, alcançou a edição de número 74 no fim de agosto desse ano carregando consigo uma legião de fãs, perda de parte deles pelo caminho e crítica dividida quanto ao fechamento da aventura.


Isso pode ser atribuído à longevidade da trama, o excesso de personagens, situações e características novas que foram aparecendo ao longo da saga. Essas mudanças não foram bem recebidas por parte dos leitores, levando a história, inicialmente bem definida, com vilões icônicos e defendendo Ichigo como ponto central, a se dispersar em histórias de personagens pouco relevantes e aventuras encaradas pela crítica com o propósito desnecessário de prolongar a história. O anime baseado no mangá, exibido a partir de 2004, segue a mesma linha: por não conseguir acompanhar as edições e seus constantes hiatos, passou a exibir os famosos fillers, episódios e sagas paralelas à trama original, com a única intenção de preencher espaço na história. Muitos consideram que o fechamento digno de Bleach está no fim da saga Aizen, um dos vilões icônicos da saga.


No entanto, o mangá conta com mais de 84 milhões de cópias vendidas só no Japão, foi premiado internacionalmente pelo American Anime Awards nos Estados Unidos, Anime Central no Reino Unido e recebendo o prêmio Shokakukan, na categoria Shonen no Japão ainda em 2005.


A sinopse inicial trata de Ichigo Kurosaki, um adolescente de 15 anos com sensibilidade paranormal que o faz ver e conversar com espíritos de pessoas mortas. Um dia, Ichigo recebe acidentalmente a visita da shinigami Rukia Kuchiki, uma ceifeira de almas perdidas responsável por encaminhá-las para a Soul Society (ou Sociedade das Almas traduzido para o português). Ao lutar com um Hollow, uma espécie de espirito maligno, Rukia fica gravemente ferida e transfere parte de seus poderes para Ichigo, que acaba por derrotá-lo usando com propriedade a força adquirida. Só que, ao transferir seus poderes para Ichigo, Rukia fica impedida de retornar para Soul Society e passa a viver como humana até que recupere suas habilidades. Em contrapartida, Ichigo fica com poderes capazes de defender os humanos dos Hollows e Rukia lhe impõe as responsabilidades de um ceifeiro de almas até que fique totalmente recuperada. Além disso, vários segredos rondam Ichigo e sua família,que levarão a trama para além da batalha entre Shinigamis e Hollows. Bleach está entre os mangás mais vendidos no Japão fazendo companhia para One Piece e Naruto. No Brasil o mangá é publicado pela Panini Comics. Vale a leitura.

COMPARTILHAR
Posts anteriorNarcos é renovada para mais 2 temporadas
Próximo Post[Vem aí] Kubo e as Cordas Mágicas
Radialista formado se especializando em direção de arte. Sagitariano, sonhador levando a vida buscando paz, amor e um lugar ao Sol. Cinéfilo, aspirante a roteirista. Aquele otaku paulistano que vê animes nas horas vagas, lê mangás no transporte público e faz cosplays pra tirar uma onda. Geek por consequência. Sucesso é uma jornada, não um destino, tenha fé na sua capacidade, esse é meu lema.