Ações da empresa caíram quase 20% na tarde desta quinta-feira (15).
Companhia lançou serviço de filmes pela web no Brasil em setembro.

O diretor-geral do Netflix, Reed Hastings, lançou o serviço no Brasil nesta segunda (5) (Foto: Laura Brentano/G1)O diretor-geral do Netflix, Reed Hastings, que lançou
o serviço no Brasil na segunda (5), anunciou
redução de assinantes nos EUA
(Foto: Laura Brentano/G1)

A Netflix cortou suas previsões para o terceiro trimestre em 1 milhão de assinantes nos Estados Unidos, levando suas ações a uma queda de quase 20% no meio da tarde desta quinta-feira (15).
A elevação dos preços no início do mês fez os clientes deixarem o serviço de DVD da companhia.
No que Wall Street classificou de “raro, amplo e um surpreendente passo errado” dado pelo presidente-executivo da Netflix, Reed Hastings, e por sua equipe, a companhia disse que pode ter 24 milhões de assinantes no fim do terceiro trimestre, abaixo da primeira previsão de cerca de 25 milhões de assinantes.
Menos consumidores do que o esperado optaram por assinar o pacote apenas de DVDs da NetFlix. A empresa espera agora ter 2,2 milhões de assinantes do produto, abaixo das previsões anteriores de 3 milhões.
A companhia também cortou sua estimativa para assinantes do serviço de streamming para 21,8 milhões, contra 22 milhões.
O serviço de filmes sob demanda pela web foi lançado oficialmente no Brasil no dia 5 de setembro e dá um mês gratuito para teste aos novos assinantes.