Olá, Padawans!

Tá tudo certinho com vocês por aí? A partir de hoje, 24/10/2016, o Nerd Tatuado traz a nova coluna NT Explica.

Que é isso, Braseel?

É assim: a ideia é trazer conteúdo relevante, e aqui iremos satisfazer sua curiosidade sobre os mais diversos assuntos – sempre ligados à cultura nerd, claro. Vamos buscar explicar algo, ir um pouco mais além para você aprender mais sobre a vida, o universo e tudo mais.

Na inauguração dessa coluna linda, o Nerd Tatuado vai te explicar a origem da Tatuagem,  mas essa explicação vai ser dividida em duas postagens (a história é looonga).

Esta moça que vos fala atualmente tem onze tatuagens – deveriam ser treze, mas duas foram cobertas. Treze experiências com essa arte maravilhosa, cada risco com um significado, um pedaço da minha  história. Mas quem foi o primeiro maluco que pensou “Eita, vou estampar meu corpo!”?

O registro mais antigo de um corpo tatuado aconteceu em 1991 – um cadáver congelado que datava de 3.300 a.C. (ontem). Ötzi, nome simpático que o cara recebeu dos cientistas, tinha riscos lineares nos punhos, costas, joelhos tornozelos e pés. Os cientistas acreditam que o desenho foi feito com fricção de carvão em cortes verticais feitos na pele (deve ter doído um pouco); e, como descobriram degeneração óssea nas áreas em que os desenhos foram vistos, associaram a arte a um “tratamento” para diminuir a dor (talvez, com a dor do carvão sendo esfregado na pele cortada, a dor original diminuísse mesmo. Vai saber?).

Bem, o tempo foi passando e a civilização foi evoluindo – dizem. Com o passar do tempo, as tatuagens passaram a ter outros significados: no caso dos romanos, por exemplo, a tatuagem era restrita aos criminosos e condenados na época das cruzadas. Por quê? Porque a sociedade romana acreditava na pureza da forma humana. Mas o negócio é tão bom que os próprios romanos mudaram de ideia quando viram os guerreiros bretões com insígnias de honra tatuadas na pele, passando a respeitá-los e admirá-los.

Espero que tenham gostado dessa breve revelação histórica. Na semana que vem, falaremos sobre as civilizações que expressam sua cultura através da tatuagem e como essa arte é vista nos dias de hoje. Mas me conta aí: você já tinha conhecimento sobre o que contamos aqui? Tem sugestões para as próximas colunas? Fala aqui nos comentários!