Quando tive o primeiro contato com Warcraft foi em 2003 com o Wacraft III Reign Of Chaos e o The Frozen Throne (tenho eles até hoje guardados em um lugar especial do HD para jogar quando sentir saudade). Eu já havia entrado em contato com outros RTS (Real Time Strategy) como Age Of Empires e The Seven Kingdons II mas nada comparado a experiência que eu tive com a campanha do Wacraft III, parecia que estava entrando em um mundo que me convidava cada vez mais a explora-lo e logo as campanhas foram sendo jogadas, pausa dramática para as animações cinematográficas, o GRANDE espetáculo de alguns minutos como a melhor das recompensas do jogo. Era inevitável não pensar em um filme, aquelas animações sabiamente brincavam com a minha imaginação de como seria ver aquele mundo nas telas grandes.

warcraft 2

Alguns anos depois conhecendo World of Warcraft (apesar de ter jogado apenas alguns meses e partir daí casualmente) o Lore (folclore do jogo) passou a ser ainda mais grandioso para mim, um universo onde aqueles personagens tornaram-se heróis, mitos, lendas, “deuses”. Lógico que haviam animações e elas eram e são (até hoje) de encher os olhos, cada vez mais dando a certeza de que: “esse negócio tem de virar filme! ” Sendo assim muito se especulou a respeito do filme anunciado em 2006 e aí começarem a sair notícias dentre elas adiamentos, boatos, especulações, apostas, orações, promessas, novenas, vigílias até chegar 2016. Sim! Dez fucking anos desde de o anuncio de que seria feito até ele chegar aos cinemas, seguindo a fórmula da Blizzard (produtora do jogo) de demorar para lançar as coisas, a exemplo de Starcraft e Diablo que ambos demoraram doze anos entre um lançamento e outro.

warcraft 1

Voltando ao filme do Warcraft, que se chama Warcraft: Primeiro Encontro Entre Dois Mundo, chegou o dia de assistir e os sentimentos estavam completamente fora do lugar, criava expectativa, ficava pessimista, otimista, esse filme não tem como ser ruim, mas e se for ruim? O que vai acontecer com as continuações? Eu chegarei a ver as campanhas do Warcaft 3?

Senhores e senhoras o filme em suas primeiras cenas deixa qualquer fã abalado, pequenas referências com grande potencial, grandes referências, muito fã service, muito orc, muito humano, muita magia, muito Waracraft. E mesmo conhecendo parcialmente o Lore que ali estava explicito a identificação para fãs hardcore (que conhecem tudo), somente do WoW (World of Warcaft) e aqueles somente do Warcraft 3 (eu) era clara, foi muito fácil se relacionar com a história que estava sendo contada, as entrelinhas trouxeram um sabor especial, apesar de que isso muitas vezes deixou que nunca tinha visto nada sobre meio boiando (aconteceu com alguns amigos e amigas que assistiram) e também achei corrido poderia ter sido mais longo, umas três horas de filme, pra deixar ele redondinho para todos. Contudo o filme entrega o que eu estava procurando, uma animação cinemática de campanha do Warcraft 3 com 123 minutos, o mundo ganhar vida para além dos fãs, finalmente aquele desejo de contar para o mundo o quão incrível aquela história é, foi realizado (parcialmente, quero mais!).

A partir deste filme ficou claro que as histórias vindas de vídeo games não serão mais exclusivas de uma plataforma ou mesmo de um nicho de fãs, esse filme mostrou o quão grande pode ser essa história e eu torço para que ela atenda ao máximo de fãs da franquia de jogos e que conquiste muito mais. Afinal esse ano temos mais um jogo (do qual também sou fã) que ganhará as telonas Assassin’s Creed e torço para que assim como Warcraft abale os fãs e conquiste mais.

Nota: Lembrem-se sempre! Pela Horda! E Nada é real, tudo é permitido!

warcraft 4

Envie o seu comentário

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here