Será possível vencer a grande expectativa de uma legião de fãs de um jogo, que foi um dos melhores do ano passado? Esse é o desafio que Batman Arkham City terá que superar assim que for lançado no dia 18 de outubro nos Estados Unidos, e dia 21 no resto do mundo.

Batman: Arkham City (Foto: Divulgação)Batman: Arkham City (Foto: Divulgação)

Quem jogou o primeiro Batman Arkham Asylum se deparou com um jogo que tinha uma ótima história, uma jogabilidade macia e um mapa relativamente grande a ser explorado, mas de certa forma linear. A noção de grandeza do mapa é expandida cinco vezes mais em Arkham City, com uma cidade inteira que pode ser vasculhada pelo homem-morcego, utilizando todos os seus recursos tecnológicos para ter uma vantagem sobre o inimigo.
A história de Arkham City acontece um ano depois do jogo anterior, onde o ex-diretor do Asilo Arkham, Quincy Sharp, ganhou notoriedade por ter capturado o vilão Coringa. Assim, ele se aproveitou da situação e se tornou prefeito de Gotham City. Uma de suas decisões foi separar uma parte da cidade e isolar todos os prisioneiros dentro dela, onde todos eles seriam monitorados pelo psiquiatra Hugo Strange.
Uma das maiores características de Batman Arkham City, assim como seu antecessor, é a apresentação dos seus maiores inimigos, como no caso o Coringa e o Duas-Caras, que foram os primeiros personagens revelados. Teremos outros vilões famosos, como Mr. Freeze, Pinguim, e o mais recente foi o mercenário Dead Shot, revelado durante essa semana.

Batman: Arkham City (Foto: Divulgação)Batman: Arkham City (Foto: Divulgação)

A vontade de espancar um 
A jogabilidade de Arkham City também foi aprimorada, bem como a inteligência artificial do jogo. Existirá um sistema que influenciará a reputação de Batman entre a população criminosa da cidade, onde caso o herói tenha um bom desempenho ao lutar contra os inimigos, alguns deles irão fugir assim que notarem sua presença. O contrário também acontece, onde Batman vira piada entre os meliantes. Para quem gostava de surrar bandidos em Arkham Asylum, essa experiência também foi melhorada, sendo possível lutar contra até 50 inimigos simultaneamente.

Por falar em surrar bandidos, o sistema de combos continua exatamente o mesmo do primeiro jogo, onde ao apertar o botão de soco no momento certo, te ajuda a fazer altas combinações de golpes e takedowns, de uma forma fluída e muito bonita de se ver.
Batman Arkham City será distribuído pela Warner Bros Interactive Entertainment, e será localizado para o português brasileiro, com legendas em nosso idioma e o áudio original em inglês, com a dublagem feita pelos atores Kevin Conroy e Mark Hamil, que são as vozes de Batman e Coringa na série animada, respectivamente. Será que o jogo superará o seu antecessor? Iremos descobrir em pouco tempo, mas a certeza que já temos é que no mínimo, a mesma diversão ele irá proporcionar.

COMPARTILHAR
Posts anteriorCavaleiros do Zodíaco também aparecem na Tokyo Game Show 2011
Próximo PostO MUNDO SEM INTERNET
Faustino Neto- O Nerd Tatuado Editor geral, editor de vídeo, fundadorOcupação: Empresário, blogueiro , youtuber, social mídia, fotógrafo, colecionador. Base de operações: Arapiraca/Alagoas Ações Nerd: Livros, Games, RPG, HQ, cinema, STAR WARS, colecionáveis, fotos , tatuagem, Simpsons, breanking bad, Game of thrones e outras series Poderes mutantes: Ter lag quando estou conversando Viaja sem sair do lugar