Fala, galera linda! Acho que a essa altura vocês já sabem do ransomware Wanna Cry 2.0 que está atacando milhares de computadores mundo a fora. Então vamos bater um papo sobre isso porque é muito importante.

“O que é um ransomware, Naná?”

Okay, vamos definir um ransomware pra quem não sabe. Ransomware é um programa malicioso que “sequestra” e criptografa os seus dados e só devolve mediante um resgate (ransom, em inglês), daí o nome.

“Ah, legal. E o que aconteceu?”

A Kaspersky fez uma investigação e análise do ataque e segundo eles, uma falha no Windows chamada “Eternalblue” foi descoberta pelo grupo de hackers Shadow Blue. Em abril esse grupo vazou documentos sigilosos da NSA, a agencia de inteligência dos EUA. Ou seja, o governo norte americano tinha conhecimento dessa falha e não falou pra ninguém, resolveu ficar quietinho. Valeu, Trump!

A Microsoft só ficou sabendo dessa falha por causa do vazamento, em abril, e menos de um mês depois lançou uma atualização que corrige essa falha. UFA! Mas o problema é que muitas pessoas e empresas não instalaram a atualização, por falta de informação ou de atenção, vai saber. E é exatamente por isso que mais de 70 mil computadores em mais de 80 países foram infectados pelo Wanna Cry 2.0.

“Nossa! Foi tão feio o estrago?”

Sim. Esse ataque atingiu várias empresas e instituições, incluindo 16 hospitais no Reino Unido, a empresa de telecomunicações Telefônica e o banco Santander na Espanha. O ataque se concentrou na Europa Ocidental e o país mais afetado de todos foi a Rússia.

“E aqui no Brasil? Aconteceu alguma coisa?”

O Brasil ficou na 13º lugar na lista de países afetados feita pela Kaspersky. A Vivo, a Nextel e a Net, gigantes das telecomunicações, foram algumas da atingidas pelo malware. Além de empresas privadas, o Wanna Cry 2.0 também atingiu a administração pública: os atendimentos do INSS foram paralisados, os sistemas do Ministério Público  e do Tribunal de Justiça de São Paulo saíram do ar. Pelo menos 10 computadores do TJ-SP em Ribeirão Preto foram afetados.

“Pô, Naná, agora você me deixou com medo :/”

Calma. O mais importante a fazer agora é atualizar o seu Windows. é só baixar a atualização MS17-010, de 14 de março desse ano. Esse update vale para todas as versões do Windows desde o Vista até o Win10. A atualização corrige uma vulnerabilidade no protocolo de transferência de arquivos do sistema, o SMB.

Você pode fazer o download direto do site da Microsoft, é só pegar o link da sua versão do Windows. Não sabe qual é? Basta clicar no botão “Meu computador” (“Este comptador” no caso do Win10) e depois em “Propriedades”. Aí lá no site você procura a atualização pra versão correta do seu sistema operacional.

Caso você tenha do Windows 10, vai lá nas configurações do PC (sabe aquele ícone da engrenagem no menu iniciar? É lá mesmo) e clique em “Sistema”. Na barra à esquerda, clique em “Sobre” e procure pela versão do seu sistema. Se for a 1703, você está salvo. Se não, atualize seu computador imediatamente!

Se você se interessar pelo desfecho dessa história, fique ligado aqui no NT. Enquanto isso você pode acompanhar os ataques em tempo real no site MalwereTech.

Por hoje é isso. Beijos, seus lindos! ;***