Desde que me entendo por gente sempre tive video games em casa, afinal um pouco depois de eu nascer meu pai deu para minha mãe o ATARI, e foi com esse console que se iniciou minha vida de gamer.

Logo nos meus primeiros anos de vida já estava eu com o controle na mão e lembro de passar muitas horas jogando Poppye, Pitfall, Pac Man, Enduro, River Raid entre outros. Eram jogos sem fim, mas que conseguiam ter um certo nível de dificuldade e te prendiam por muitas e muitas horas.

Atari-Changed-Gaming-History

Os anos foram se passando e outros consoles foram sendo lançados, foi então que no natal de 1989 meu pai comprou um Phanton system para mim e minhas irmãs, foi um momento épico na minha vida, lembro até hoje da cena do meu pai subindo as escadas com o video game nas mãos, foi o primeiro console que poderia chamar de meu, embora tivesse que dividir com elas.

Lembro de ter vendido, na época, o Atari com 27 fitas para poder comprar apenas 1 fita de nintendinho, era uma época onde as locadoras de fitas de video game bombavam devido aos preços muito altos dos jogos e a dificuldade que era de encontrar os mesmos.

Passei bons anos jogando meu Phantom system, e ainda tenho ele guardado até hoje, mesmo que não funcione mais, porém em 1995 dei mais um passo na evolução dos videogames, ganhei de natal o Mega-drive 3. NOOOOOOOSSA quanta diversão e quanta nostalgia só de lembrar daquela férias de verão inteira jogando Sonic 2 sem nunca ter conseguido terminá-lo devido ao Sonic robótico que me roubava todas as vidas e continues (sim jovens, naquela época isso significava que você teria que começar todo o jogo novamente pois não existia save).

6

Porém, com a aquisição do mega-drive eu sentia muita falta de jogar Super Mario, que era o jogo que eu mais jogava em meu Phantom system, foi então que em 1996 juntei todo o dinheiro possível da minha mesada e comprei o Snes usado da minha vizinha, e isso para mim naquela época era a mais pura ostentação, afinal eu tinha 2 consoles diferentes, me sentia quase uma locadora de games.

mega-drive-3-caixa-isopor-5-jogos-303401-MLB20318002739_062015-F

Nessa época já havia sido lançado o PS ONE, mas era algo completamente irreal para mim, devido ao preço e o fato de que meus pais já não estavam mais afim de sustentar esse meu vício.Na verdade, parte dessa falta de vontade deles foi minha culpa, pois  uma vez eles viajaram e eu deixei uma conta equivalente a 500 reais na época, na locadora de games, nem preciso dizer o quanto me dei mal e o quanto ouvi devido a isso.

22a75be80f1ba515a8c39f7d80b403dc

Então em 1998, mais uma vez juntei durante um ano inteiro, todo o dinheiro possível para um adolescente, para que nas férias de verão quando eu fosse viajar com meu pai, eu pudesse comprar o tão sonhado video-game que roda jogos em CD. Consegui, adquiri o meu PS ONE, que na época se chamava Playstation, e foi quando conheci os jogos em 3d, jogos como Residente Evil simplesmente expandiram meu universo de uma maneira absurda, mergulhei em um mundo de fantasia que jamais sonhei ser possível jogando videogame, foram muitas e muitas horas jogando Final Fantasy 7, 72 horas jogadas para ser mais exato.

28260627_614

No ano 2000 comecei a faculdade e também a trabalhar, então fiquei sem tempo para jogar tantas horas como eu jogava, foi então que doei meu Snes para um amigo que não tinha condição de comprar e meio que dei uma pausa no meu vício, uma pausa que durou até o ano 2003 quando comprei meu PS2. Agora eu já tinha um emprego então foi muito mais fácil juntar dinheiro, não precisava mais ficar sem lanchar no colégio para pode comprar video game.

1459521662-97c235c4ab0a17319a1635a56a2edd12-600x475

Acho que esse foi o console que ficou mais tempo comigo até eu adquirir o próximo, pois só fui comprar o nintendo WII, devido a minha eterna saudade de jogar Super Mario, em 2009, mas ainda assim não me desfiz do PS2 e nesse período também comprei um PSP que transformou toda ida ao banheiro na mais pura diversão.

vg.consoles.01.lg

Em 2010 me dei de aniversário junto com God of War 3 o PS3, esse jogo me forçou a comprar um console novo pois o 1 e o 2 no PS2 simplesmente deixaram todos os outros jogos do PS2 ridículos.

maxresdefault url

Foi então que em Novembro de 2013 lançaram o PS4, e eu estava com viagem marcada para os EUA alguns meses depois. Fiquei louco, minha mente não pensava em mais nada a não ser, “vou conseguir comprar um console de nova geração muito próximo do lançamento oficial pela primeira vez na vida”, e o que isso mudaria na minha vida? Porra nenhuma afinal isso é uma coisa até meio ruim, pois ainda não se tem tantos jogos que valem a pena e nem os próprios desenvolvedores dos jogos ainda sabem a real capacidade que o console pode ter.

ps46smodule._V295222871_

Hoje 2 anos depois de ter comprado meu PS4 estou muito satisfeito, e viciado e ainda jogo meu mega-drive 3 que esta em perfeito funcionamento. Mas hoje o que mais penso em adquirir (assim que conseguir vender meus rins) é o óculos VR para assim poder mergulhar nessa nova realidade de games.

riftblogpierre1

Com isso concluo que acredito de verdade que eu nunca vou parar de jogar video game.Isso é algo que me relaxa,é algo que me tira dessa realidade e me faz esquecer dos problemas do dia a dia, nos anos 80 poderia ser algo considerado para crianças, mas com o passar dos anos esse conceito mudou, e o público está cada vez mais adulto e cada dia mais os games estão adultos e densos, games que muitas vezes são mais completos e com roteiros melhores que muito filme.

keepcalm

Loading Facebook Comments ...