Sabe aquela música que você ouve sozinho no seu fone com vergonha que mais alguém escute, aquele filme super brega que se tiver passando na tv você não consegue não assistir, ou até mesmo aqueles testes bobos do facebook que você faz, mas não compartilha, pois não quer que ninguém saiba que você os fez?

Tudo isso são os chamados guilty pleasures, ou em tradução livre prazer culpado. Sim, todos nós temos algo que gostamos mas não admitimos. Eles são gostos muito específicos que perante a sociedade podem ser “questionáveis”, então como temos medo de nos expor e passar vergonha pelos nossos guilty pleasures eles acabam ficando escondidos somente para nós.

Eu por exemplo não confio no shuffle de músicas do meu celular se tiver tocando para mais pessoas além de mim, pois mesmo gostando de muita música boa sei que gosto bastante de muita música bosta. E gosto mesmo, ao ponto de que se tiver ouvindo uma música brega que eu gosto, canto junto (só movendo os lábios, nunca emitindo som, porque vai que alguém me ouve, hehehehe) e até danço e toco instrumentos imaginários.

Mesmo que você diga que não tem vergonha de nada que você gosta ou que não dá a mínima para o que os outros pensam, eu te digo, PARA DE MENTIR PORRA! Vivemos em sociedade e todos buscam aceitação na sociedade, mesmo que você insista que não. Sim, você quer ser aceito. E é justamente essa necessidade de aceitação que faz com que você esconda certos prazeres. Você tem vergonha do julgamento das outras pessoas. Você pode insistir nesse papinho de “eu não estou nem ai”, mas você sabe, melhor do que eu, que lá no fundo você está se importando, mesmo que você tente esconder isso dentro da sua cabeça.

Por exemplo, vamos supor que você ouviu certo pensamento ou ideologia sem saber de quem isto é, e você concordou completamente com esse pensamento, então depois disso você descobre que autor é alguém que você despreza muito, isso faz com que você tenha vergonha de ter concordado com essa pessoa, afinal você despreza tudo nela e socialmente você nunca levantaria a bandeira dela. Isso já configura um prazer culpado, pois você concordou com alguém que você não deveria concordar.

Mas não se preocupe por ter um, dois ou mil prazeres culpados. Todos nós temos. Na verdade, se pararmos para pensar bem, dependendo do ponto de vista, tudo pode ser considerado um guilty pleasure. Para quem não gosta de Star Wars talvez isso seja um gosto duvidoso, para quem não gosta de novela conhecer pessoas que gostam pode ser motivo para julgamento. Então se lembre de que seus prazeres são seus e sempre existirá alguém para julgá-los como estranho bizarro ou nojento.

O podcast Miserável e Medíocre gravou há um tempo um episódio inteiro falando sobre nossos guilty pleasures, confira lá e julgue-nos.

http://www.miseravelemediocre.com.br/2015/10/15/050-gosto-duvidoso/

quote-Busy-Philipps-i-dont-believe-in-guilty-pleasures-if-206587

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here