Final Fantasy é uma das sagas mais clássicas de todos os tempos. A série de RPG daSquare Enix nasceu como um tipo de “última cartada” da empresa, que na época se chamava apenas Square e estava para fechar as portas. O título fez tanto sucesso que acabou ganhando diversas sequências. Hoje, esta “fantasia final” esta longe de ter um fim e já conta com mais de 13 títulos da saga principal, isso sem contar spin-offs.
Final Fantasy XIII-2 (Foto: Divulgação)Final Fantasy XIII-2 (Foto: Divulgação)
TechTudo lista agora um TOP 10 com os games da série principal de Final Fantasy, excluindo spin-offs e outros jogos variados. A lista é composta pelos títulos mais populares e queridos entre os fãs. Não quer dizer, claro, que você não possa discordar e apontar o seu próprio favorito. Confira:
10 – Final Fantasy XIII
Tem gente por aí que considera este como o pior Final Fantasy já feito. Tudo bem, não é lá uma maestria de produção por parte da Square Enix, principalmente por ser muito linear (algo quase proibido em RPGs). Mas vá lá, Final Fantasy XIII é o primeiro de uma geração de consoles e teve sua importância, em muito por nos presentear com um game da série em alta definição.
Final Fantasy XIII (Foto: Divulgação)Final Fantasy XIII (Foto: Divulgação)
A história também teve seus altos e baixos, com personagens carismáticos (a bela jovem de cabelos rosados, Lightining, por exemplo) e outras qualificações. Todo o game é um belo show visual e acaba compensando algumas falhas. Como citamos, não é um game perfeito, mas teve bons pontos positivos.
9 – Final Fantasy XI
Outro que foi alvo de muitas críticas quando foi anunciado. Final Fantasy XI foi o primeiro da série a ser totalmente online mas, quando foi lançado, arrebatou fãs no mundo todo. O título se passa no fantástico mundo de Vana’diel e apresenta os jogadores a novas raças e novas formas de se aproveitar a saga.
Final Fantasy XI (Foto: Divulgação)Final Fantasy XI (Foto: Divulgação)
Ainda que não tenha um enredo propriamente dito – afinal, cada personagem cria sua própria história -, este Final Fantasy pode ser tão épico quanto seus antecessores. Muitas são as possibilidades com as cinco raças disponíveis, todas totalmente inéditas, mas sempre inspiradas em raças clássicas, como Elvaan, que lembram os elfos.
8 – Final Fantasy IX
Final Fantasy IX foi a despedida da série no PSOne, já que na época estávamos presenciando o nascimento de uma nova geração de consoles. Justamente por ter saído em um período “entre gerações” é que talvez ele seja o mais injustiçado de toda a saga.
Final Fantasy IX (Foto: Divulgação)Final Fantasy IX (Foto: Divulgação)
Apesar de não ser tão conhecido quanto os demais, o game teve muitos fãs. Não é um jogo ruim, pelo contrário, diverte e empolga bastante. A aventura suga todo o poder de processamento gráfico do PSOne para nos apresentar a um game de qualidade. A saga de Zidane Tribal, o menino com rabo de macaco, inspirou muita gente por aí, inclusive com cosplays do vilão Kuja. Foi, de fato, uma bela despedida de FF para uma plataforma.
7 – Final Fantasy I
O primeiro de muitos! Final Fantasy nasceu como uma série que salvaria a empresa do abismo, isso você já sabe. Mas como o primeiro game obteve essa conquista? Ora, apresentando uma aventura de extrema qualidade, principalmente para sua época, onde os games costumavam ser um pouco limitados pela tecnologia.
Final Fantasy I (Foto: Divulgação)Final Fantasy I (Foto: Divulgação)
O título surpreendeu por apresentar uma história duradoura e que prendia seus fãs na frente das TVs, afoitos pela conclusão da aventura. Na época ainda não tínhamos nomes fixos para os personagens, mas o herói central desta saga é conhecido hoje como Warrior of Light (Guerreiro da Luz). Apesar de ter surpreendido, a história era bem simples e pedia ao jogador que recuperasse cristais mágicos. Clássico.
6 – Final Fantasy VIII
Uma bela história de amor, Final Fantasy VIII também tem sua boa parcela de fãs. O game é centrado na saga de Squall, um jovem estudante que tem uma queda por Rinoa, uma bela colega de classe, mas ele, por sua vez, tem sérios problemas com Seifer, outro “colega”. Falando assim até parece uma saga colegial, mas na verdade passa bem longe disso.
Final Fantasy VIII (Foto: Divulgação)Final Fantasy VIII (Foto: Divulgação)
A história realmente começa em um colégio, mas toma proporções épicas. Este ficou famoso por ser o primeiro Final Fantasy a apresentar personagens com um design mais realista, abandonando o estilo deformado e cartunesco dos personagens nos capítulos anteriores.
5 – Final Fantasy IV
Ainda que não seja lá tão famoso entre os fãs mais novos, Final Fantasy IV é outro que merece sua atenção. Este talvez possa ser considerado o primeiro game da saga a ter um enredo verdadeiramente épico, com personagens envolventes e com personalidades bem definidas entre si. Se pensar isso para sua época, em 1991, é algo bem marcante.
Final Fantasy IV (Foto: Divulgação)Final Fantasy IV (Foto: Divulgação)
A saga centrada em Cecil, um homem que muda completamente sua vida ao longo da história, e esse desenrolar é tão emocionante quanto qualquer filme de ação moderno. Originalmente lançado no Super Nintendo, o game recebeu um bom remake no Nintendo DS, que merece a atenção de quem quer conhecer mais deste capítulo.
4 – Final Fantasy X
Assim como Final Fantasy XIII, este foi o primeiro Final Fantasy de uma nova geração de consoles e também foi o responsável por instaurar um novo patamar na série. Afinal, agora os personagens tinham dublagens, ainda que de forma limitada. Seu primeiro lançamento foi noPlaySation 2.
Final Fantasy X (Foto: Divulgação)Final Fantasy X (Foto: Divulgação)
O título também é focado no drama (romântico e familiar), centrado em personagens como Tidus, Auron, Rikku e o par romântico de Tidus – Yuna. O game tem um dos sistemas de batalha mais querido pelos fãs da série e também nos apresentou a gráficos de babar – para a época. Vale a pena.
3 – Final Fantasy XII
Chegando perto de nossa épica conclusão, nada melhor que lembrar também do épico Final Fantasy que marcou a despedida da série no PlayStation 2. Este capítulo provou que, mesmo sendo um RPG para um jogador, ele pode ter cara de massivo multiplayer.
Final Fantasy XII é simplesmente gigantesco e talvez por isso seja tão genial. Claro, seu grupo de personagens pode não ser o mais memorável de toda a saga, mas ainda assim diverte, por conter uma variedade de heróis (e anti-heróis!). A história se passa no mundo de Ivallice, o mesmo de memoráveis games da Square Enix, como Final Fanasy Tactics e Vagrant Story. Se você quer passar horas e mais horas com um RPG (teve gente que levou 200 horas para terminar!), este é o seu jogo.
2 – Final Fantasy VI
Por falar em jogos épicos, Final Fantasy VI não pode, de forma alguma, ser esquecido. O título foi o último a ser lançado em uma plataforma Nintendo durante muito tempo, mas não é nem por isso que ele merece ser lembrado. Este capítulo é simplesmente um dos melhores FFs já feitos e um dos melhores jogos de todos os tempos.
A história, centrada na jovem Terra (personagem, e não nosso planeta), é repleta de reviravoltas, surpresas inexplicáveis e também conta com a presença de um elenco de personagens de dar inveja a muito jogo. Isso sem falar no vilão, Kefka, considerado por muitos como um dos maiores vilões de todos os tempos – em todos os jogos. Ele era mau com M maiúsculo.
1 – Final Fantasy VII
Se Final Fantasy VI é considerado como um dos melhores jogos de todos os tempos, Final Fantasy VII sempre figura em listas de fãs, que o consideram, de fato, o melhor game da série já produzido, e os motivos são muitos. Primeiro que, como outros aqui citados, ele é o primeiroFF de uma geração – no caso o PSOne. Em segundo lugar vem sua história.