Uma recente propaganda está fazendo muito sucesso nas redes sociais devido a um elemento que nem todos que a viram na televisão estão cientes: usuários que tentaram assistir o vídeo na internet foram confrontados com “A Maldição do Pônei”, uma maldição que os faria ficar com a música presa na cabeça.

Poneis Malditos (Foto: Reprodução)Poneis Malditos (Foto: Reprodução)

O que não é novidade pra ninguém é que existem muitos “pôneis malditos” no mundo dos jogos também, ou seja, músicas que nem precisam de maldição para ficarem grudadas em nossa cabeça quando não as queremos lá.
10 – Katamari Damacy 
Não importa se você gosta ou não de Katamari Damacy, as músicas dele ficarão grudadas na sua cabeça e não sairão de lá tão cedo. Mas isso é apenas metade do problema, o que realmente atrapalha é quando você fica cantarolando elas na rua, pois são bizarras.
Qualquer um que já tenha jogado qualquer versão da série conhece sua música tema, “Na na na na na”, e sabe também que seria internado se fosse pego cantando ela na rua, ou “A Crimson Rose e a Gin Tonic”. Não que isso seja uma coisa ruim afinal, é esse charme bizarro que tornou Katamari Damacy um jogo tão divertido.

9 – Battletoads 
Esse é um caso realmente estranho. Battletoads tem músicas bem legais e viciantes, mas uma delas está em um lugar que ninguém esperava, e ela gruda muito na sua cabeça: a música que toca durante a tela de “pause”.
Pense bem, durante o pause você não deveria estar ocupado demais para ouvir música? Ou simplesmente ausente do jogo? Será que a Rare foi bacana o bastante de pensar em jogadores que talvez tivessem que esperar enquanto um amigo fosse ao banheiro ou coisa parecida?

8 – Loco Roco 
Chega a ser vergonhoso. Você se pega no meio de uma fila de supermercado cantando musiquinhas infantis em uma língua completamente desconhecida e com direito a algumas batidinhas de palmas ainda. Culpa de Loco Roco, tanto faz se é o 1 ou o 2, Loco Roco possui uma trilha sonora super simples onde crianças cantam animadamente algo impossível de se entender. Japonês? Não, não é japonês. Vai tirar essas vozinhas da cabeça vai.

7 – Daytona USA 
Cara, é ruim. O jogo já tem quase 20 anos e na época as músicas já eram batidas. A voz do cantor é péssima, a letra horrível. Você joga esse clássico por 5 minutos, e fica com a música na cabeça por pelo menos 2 anos.
Não é só o título que é ruim não, a primeira corrida tem a música de nome Sky High que é pior ainda. Quer a má notícia? Tente esquecê-las.

6 -Sonic Heroes 
Desde que as orelhas de Sonic se tornaram 3D, seu gosto para música mudou um bocado. Da tradicional e simpática trilha sonora de Green Hill Zone, para as músicas pesadas de Sonic Adventure, o ouriço virou sinônimo de Rock adolescente de qualidade questionável.
Mas nada ainda tão ruim quanto a terrível música tema de Sonic Heroes. Com uma letra que continha frases que pareciam saídos de um desenho infantil como “Todos podem fazer algo especial” e “Como um time somos mais fortes”.

5 -Donkey Kong 64 
Quando a Rare já estava começando a fazer suas malas para ir embora da Nintendo, ela teve uma última oportunidade de trabalhar com a franquia que concedeu sua fama: Donkey Kong.
Mas a empresa provavelmente quis se vingar naquele momento. Não há outra explicação para o DK Rap. Um cara cantando rap a respeito de macacos com diferentes habilidades, como se fossem… personagens de videogame. Não bastasse isso, a Nintendo nunca quis deixar você esquecer dessa música, tendo regravado em Super Smash Bros. Melee.

4 – Marvel vs. Capcom 2 
Ninguém nunca entendeu o motivou da Capcom fez a trilha sonora de Marvel VS. Capcom 2 imitando uma Big Band. O imitando, leia-se de forma bem ruim.
A música da escolha de lutadores, além de ser extremamente repetitiva ainda irrita. O pior é saber que as outras músicas, ao longo do jogo, não ajudam muito. Vamos todos juntos, cantando: I wanna take you for a ride!

3 – Jet Set Radio Future 
É uma mistura de Rap, Swing com “não sei o que estou fazendo” que foi concebida a trilha Sonora de Jet Set Radio Future. Birthday Cake é a melhor música do jogo com certeza, a voz da cantora é linda e única. O uso de entorpecentes ilícitos é visível na criação das canções, a pergunta principal é: E para esquecer dessa música?

2 – Cruisin´ USA 
Inspirado no clássico da SEGA, Cruisin´ USA trouxe em 1994 o pior da música dos anos 80. Com direito a um bêbado fanfarrão como cantor e a belíssima parte que fica repetindo eternamente “yeah yeah, ow owww…”
Depois da algumas vezes ouvindo o refrão, você terá sérios problemas em esquecer isso. O resto da trilha sonora teria sido melhor composta pelos seus vizinhos e aquela bandinha safada deles.

1- Bubble Bobble 
Imaginem que maravilha um jogo inteirinho com uma música só, onde ela entra em loop e se repete em menos de um minuto, eu sabia que você ia adorar. A música é ultra divertida, e na segunda vez que está tocando você já tá fazendo grunidos com a boca e seguindo a música. Ao passar as 100 fases do jogo, essa música fará parte do seu DNA.

Não há realmente uma maldição envolvida na maioria dessas músicas que grudam na cabeça, elas são só contagiantes e na maior parte das vezes muito divertidas. Mas é melhor enviar essa matéria para mais dez pessoas, só por precaução.