imagem

Uncharted 3: Drake’s Deception, terceiro título da aclamada fanquia da Sony, chega ao Brasil totalmante localizada no português nativo. Mas o mesmo elemento que o ajuda a torná-lo um dos mais esperados jogos do ano no país, também foi motivo de muita crítica e reivindicação por parte dos fãs, considerando a qualidade duvidosa da dublagem oficial.

A 1º Dublagem Rejeitada

Você ainda deve lembrar a dublagem brasileira supostamente “rejeitada” pela Sony (que na verdade nunca foi rejeitada, tendo em vista que a Sony nuca abriu o espaço para a negociação do tema; mas isso não vem ao caso, por agora), apresentada pela Zeger Studio, a primeira empresa brasileira especializada em localização do áudio de games estrangeiros para o português nativo, contava com a participação, no papel principal, do consagrado dublador brasileiro Ricardo Schnetzer, conhecido por dublar Richard Gere, Tom Cruise, Nicolas Cage, Al Pacino, entre outros. Confira a primeira versão:

A 2º Dublagem Rejeitada

À pouco foi divulgada na internet uma segunda dublagem “rejeitada” (que trata-se, na verdade, de uma versão de testes realizada pela Zeger Studio para escolher a voz de Nathan), conta com as participações dos dubladores Felipe Zilse como Nathan Drake, e Mauro Ramos como Victor Sullivan. Mauro Ramos, dublador do javali Pumba, em O Rei Leão, também havia sido cotado para a versão final junto à Ricardo Schnetzer. Confira esta segunda versão:

Dublagem Oficial

Confira também a dublagem oficial, realizada por um estúdio de Miami, apresentada pela Sony, que virá com o jogo no dia 11 de novembro para o Brasil.

.

Mas procure desconsiderar o fato do ‘slogan’, no final do video, “Somos todos jugadores, vive en estado play” estar escrito em espanhol.

Particularmente, a versão “rejeitada” com o dublador Ricardo Schnetzer no papel de Nathan Drake é a que mais me agrada. E a você, qual das três versões mais lhe agradou? Deixe sua opinião nos comentários.

por fluicer