Produtor comenta o processo de adaptação da obra e diz de primeira que os caminhos escolhidos são outros, deixando fãs com o pé atrás.

 

Em entrevista para a Bookish with Sonya Walger, Damon Lindelof afirma que a nova série de Watchmen não será uma adaptação direta assim da graphic novel. O produtor chegou até a comparar seu projeto com Fargo, série de Noah Hawley (Legion), sobre as questões que envolvem uma adaptação.
“[Adaptação] talvez seja a palavra certa, afinal. Você assiste Fargo? Eu não chamaria a versão da série Fargo, de Noah Hawley, de adaptação. Porque o filme existe dentro desse universo e tudo o que aconteceu nele, antecede a série de Fargo. Eles encontraram uma mala com dinheiro na primeira temporada e você pensa: “Ah, isso veio do outro filme”. Mas também é Noah explorando outras áreas além do que os irmãos Coen fizeram. Então ele remete a O Grande Lebowski, mas também é um projeto isolado.”
O comentário de Damon Lindelof deixou uma sombra de dúvidas perante os fãs, que agora passam a questionar os elogios do presidente de programas da HBO, Casey Bloys, quando falou em janeiro sobre o processo de roteirização da série. O executivo elogiou muito o que já foi feito da série, chegando a dizer que os roteiros de Damon Lindelof (Lost, The Leftovers) são “incríveis”.
Watchmen foi escrita por Alan Moore e ilustrada por Dave Gibbons em 1986 e é considerada uma das HQs mais importantes de todos os tempos. Na trama, os EUA ganharam a Guerra do Vietnã com o auxílio do Dr. Manhattan, um ser super-poderoso com habilidades de um deus. Por isso, o presidente Richard Nixon não renunciou seu mandato e a Guerra Fria se intensificou, causando o ressurgimento de um antigo grupo de vigilantes.
 
Watchmen será filmada em 2018, mas ainda não temos uma previsão de estreia.
Fonte: Bookish with Sonya Walger.