Com a promessa de entregar a próxima grande versão do Windows Phone durante o outono no Hemisfério Norte, a Microsoft parece estar com os trabalhos em dia. Nessa terça, a companhia informou que a versão Release to Manufacturing (RTM) do sistema foi devidamente assinada. Isso significa que o WP7 está pronto do ponto de vista do código-fonte. Agora só falta os parceiros da empresa darem o “Ok” para o sistema.

WP7 Mango (Foto: Divulgação)WP7 Mango (Foto: Divulgação)

A MS adota a mesma metodologia de desenvolvimento do Windows no Windows Phone. Uma vez que a plataforma está com todos os recursos devidamente testados e funcionando, a companhia sela o código para que nenhuma adição seja feita – ainda que seja uma correção de bug. O Windows Phone então vai para fabricantes de smartphones e operadoras, para que sejam testados nos cenários específicos dessas empresas.

Operadoras como a americana AT&T têm ainda alguns meses para testar o Windows Phone 7 “Mango”, forma como a nova versão é chamada internamente. O mesmo vale para a HTC, por exemplo. As companhias também podem otimizar o código-fonte de seus próprios aplicativos para que funcionem corretamente no “Mango”.

No Brasil, o “Mango” é importante porque marca a chegada da plataforma oficialmente no Brasil. Enquanto o Windows Phone 7.1 não contava com a opção de português brasileiro como idioma, o nosso idioma marca presença no WP 7.5 “Mango”. Existe a promessa não confirmada pela Microsoft de que os fabricantes vão começar a vender aparelhos com Windows Phone oficialmente por aqui a partir de setembro. Com o RTM adiantado, fica mais fácil de cumprir esse prazo.
Via: Engadget e WP Central