Arquivos

Crítica – De volta à Itália (Made in Italy)

De volta à Itália ( Made in Italy) (2020) é um drama familiar que esteve dentro da mostra do festival do Rio e devido  a parceria com o Telecine Play esteve no catálogo do mesmo.

Como protagonistas temos o veterano ator Liam Neeson mais conhecido por filmes de ação e um jovem novato Micheál Richardson que interpretam pai e filho e por coincidência ambos são pai e filho na vida real.

No filme Jack (Micheál Richardson) um jovem rapaz que cuida de uma galeria de arte na Inglaterra, está se separando e precisa de dinheiro para comprar a galeria. Desta forma ele decide vender a antiga casa da família que fica na Itália, mas para isso ele precisa da ajuda do seu pai Robert (Liam Neeson) um pintor recluso com quem tem uma relação distante.

Então os dois partem em uma viagem que levará não somente a lembranças dolorosas mas que os leve a terem uma nova conexão até então perdida entre eles.

O legado

Jack não voltou a casa desde a morte trágica da mãe em um acidente quando ele era pequeno. Por sua vez desde o ocorrido Robert um pintor talentoso sofreu tanto que fez com que ele travasse e desde então nunca mais pintou. Tudo deverá ser reformado inclusive a relação de pai e filho.

Curiosidade Micheál além de ser filho de Liam também é filho da saudosa atriz Natasha Richardson que infelizmente faleceu precocemente quando ele era adolescente. Ele decidiu fazer o filme como forma de homenagear a mãe que anos antes havia recebido um roteiro parecido com o filme além disso ele mudou legalmente seu sobrenome para o sobrenome da mãe (antigamente Neeson) em 2018 como um legado desta grandiosa atriz.

Micheál por sua vez vem de uma linhagem de atores grandiosos seus avós são a multi-talentosa atriz Vanessa Redgrave, seu avô Michael Redgrave foi o primeiro ator britânico a ganhar a palma de ouro de melhor ator. Por sua vez a mãe Natasha Richardson ganhou dois Tony Awards (prêmio máximo do teatro). E agora ele está trilhando o mesmo caminho com dignidade trazendo sensibilidade a um personagem complexo.

Sessão da tarde a moda italiana em De volta à Itália

O filme é bem dirigido e roteirizado por James D’Arcy que tem uma carreira mais conhecida como ator de filmes como “Dunkirk” e “Mestre dos Mares”. A experiência de Liam com a bela parceria com o filho Micheál ditam o tom do filme.

O elenco coadjuvante tem duas ótimas atrizes que incrementam ainda mais o filme como a chef italiana  Natália(Valeria Bilello) que traz o romance ao filme tem um ótimo carisma. Enquanto Kate (Lindsay Duncan) uma corretora de imóveis trazem a leveza necessária ao filme.

Curiosidade em entrevista para a divulgação do filme foi revelado que Micheál virou fã de Star Wars  e do R2D2,pois quando  ele era pequeno (2 anos) visitou o set de filmagem de Star Wars e a Ameaça fantasma onde o pai Liam estava participando

Veja o trailer

Apesar do tom dramático o filme também traz um lado romântico pois a história é sensível e pode ser facilmente ser visto na Sessão da Tarde. Complementando a trilha sonora e as paisagens italianas dão um tom a mais ao filme.

De volta a Itália é um filme lindo que merece ser visto pois ele nos faz valorizar o poder dos momentos

Karen Araki
Nerd baixinha sem tatoo, apaixonada e entusiasta da cultura pop, ama tanto cinema como livros, série e tv.