Arquivos

Alerta de Spoilers – What If…? 1×07

Este texto contém spoilers. Repetindo, SPOILERS
Caso você não tenha lido o título

Vou começar este texto confessando algo para vocês, eu adoro quando a Marvel aposta na comédia. Esse não é um ponto pacífico entre os fãs, eu sei, mas particularmente adoro quando abrem mão de se levarem a sério. E por isso, o sétimo episódio de “What If…?” já é meu favorito da série.

O que aconteceria se Odin não tivesse adotado Loki? Como isso afetaria todo o mundo cósmico da Marvel? Bem, a resposta é dada de imediato logo após a abertura, seria um universo muito mais divertido.

Sem o contraponto do deus da trapaça, Thor nunca precisaria se provar como um guerreiro digno, contentando-se em mostrar seu grande poder em meio à festas e tumultos irresponsáveis. Assim, temos uma Asgard que não guerreia contra os outros reinos, mas que confabula baladas gigantescas com aqueles que poderiam ser seus inimigos. Portanto, é uma visão do personagem que se alinha muito mais ao que vimos em Thor Ragnarok do que o peso Shakesperiano falso dos primeiros filmes do herói.

“Apesar disso, a ação salva?”, pergunta quem não gosta de gracinhas em filmes de heróis. E sim. Embora, esse ponto talvez também promova paixões.

what if

Primeiramente, assim que Odin se retira para seu sono mágico (como aconteceu no primeiro filme), Thor aproveita para dar uma escapulida e promove uma festa de arromba na Terra. Logo que chega, em meio à bebedeira e dança, causa enormes estragos no planeta, o que atrai a atenção da Shield e da Dr. Jane Foster.

Uma vez que as autoridades tomam ciência do deus do trovão e da sua força, Maria Hill convoca aquela que pode ser a única pessoa no radar que pode lidar com a “ameaça” asgardiana: A Capitã Marvel.

Finalmente temos na tela um confronto que atiça os ânimos de nerds nas redes sociais. Afinal, quem é o Vingador mais forte? E para preservar minha integridade física (e apesar do títúlo dessa coluna), não vou contar quem vence. Assistam e descubram, mas comentem aqui antes, quem vocês ACHAM que venceu.

Por fim, numa solução bem a lá John Hughes para uma diversão de Sessão da Tarde, tudo se resolve em uma bronca de mãe em um filho adolescente, (Mesmo que esse filho adolescente tenha milhares de anos) e no prenúncio do romance ente Jane e Odinson.

Ah, claro, nos últimos segundos temos o grande plot twist (suspeito que de toda a temporada): Ultron aparece vindo de outra realidade, na posse de todas as jóias do infinito. Até semana que vem!

Veja no Disney+