Arquivos

crédito linkedin

Suzana Itiberê – Uma carreira voltada ao amor pela sétima arte

Suzana Uchôa Itiberê, mais conhecida como Suzana Itiberê, é uma cinéfila incorrigível, jornalista formada pela PUC/SP e com uma trajetória de mais de 20 anos de experiência na área do cinema.

Primeiros Passos

Seus primeiros passos se deram no caderno Cidades, onde a mesma tinha como função o atendimento ao leitor da sessão São Paulo Reclama, na qual reduzia as milhares de cartas dos leitores. Suzana é cria do jornal o Estado de São Paulo, trabalhou no Grupo Abril e nas revistas TVA, SET (1996-2009), Istoé Gente e sendo co-fundadora e editora da Preview (2009-2019). Além de ser membro da Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema)

Seu amor pelos filmes a levou para novos horizontes onde pôde aprimorar seus conhecimentos, realizando então duas especializações em cinema nas mais conceituadas instituições mundiais; uma pela UCLA (Universidade da Califórnia de Los Angeles) e a outra pela AFI (American Film Institute).

 

OQVER!

Atualmente escreve para a plataforma OQVER Cinema e Streaming como editora-chefe, sendo mais um reflexo dos tempos modernos onde a reinvenção se faz cada vez mais presente em que o objetivo principal é facilitar o acesso do usuário ao criar um atalho entre o leitor e o produto.

Papel do crítico de cinema

Em entrevista para o Grupo Grimm, falou da importância do papel do crítico para o cinema em geral, ressaltando que se deve estudar o cinema como um todo, seja sua história, principais movimentos, diretores, estilos gêneros, técnicas, atores e atrizes. Acumulando o máximo de informações possíveis, para assim poder desenvolver um olhar crítico… É fundamental ter uma boa escrita, mas para a escrita adequada, com bons argumentos e fundamentos leva-se tempo, pois vem com a experiência e nunca acaba!

E segundo a jornalista, é preciso estar informado, porque o cinema sempre reflete o mundo em que vivemos de alguma forma, seja ao olhar para o passado ou retratar o presente. Descreve a sua escrita como linguagem coloquial, ou seja, uma escrita do cotidiano de forma mais informal, natural e popular sendo assim um diálogo com o leitor de forma mais simples e direta.

Para ela, um filme é resultado da união de inúmeras áreas e ver quais funcionam e quais não é o trabalho do crítico. Ele precisa dizer se o filme é bom ou ruim, claro, afinal a crítica serve como guia para o leitor, mas precisa justificar sua opinião com conteúdo.

Cinema Brasileiro

Para Itiberê, infelizmente, poucos acreditam na cultura nacional no Brasil e com a crise que o país passa, seja pela pandemia, como pela falta de incentivos governamentais para a cultura, tornam assim, o cinema mais uma das vítimas. A retomada é incerta, mas vai acontecer, e com dificuldades pela frente, afinal as que sofrerão com as consequências, serão as pequenas produtoras e distribuidoras do audiovisual.

Suzana é uma verdadeira guerreira e inspiração dos tempos atuais, uma mulher que acredita e muito na cultura e no cinema do nosso país, nos ensina que devemos nos orgulhar dele e dar mais valor, que necessita tanto do nosso apoio, pois mesmo aos trancos e barrancos, consegue proporcionar muito com pouco, através do envolvimento de muitos profissionais de qualidade, nos oferecendo o melhor conteúdo em alta nível/padrão.

Sejamos mais patriotas com a cultura e o cinema brasileiro!

Karen Araki
Nerd baixinha sem tatoo, apaixonada e entusiasta da cultura pop, ama tanto cinema como livros, série e tv.