21 lições para o século XXI

“Nenhum deus e nenhuma lei da natureza nos protegem da estupidez humana.”

Yuval Noah Harari

 

Para iniciar o ano, vai uma das minhas leituras mais surpreendentes de todos os tempos.

Harari já é um autor consagrado mundialmente com outros dois best-seller: Sapiens e Homo Deus, que tratam respectivamente do passado e do futuro da humanidade. E sendo considerado um dos grandes pensadores modernos, seu livro 21 lições para o século XXI traz reflexões para o presente. Quem nos tornamos? Para onde estamos indo? Ainda somos capazes de entender o mundo que criamos? Estas e várias outras questões da atualidade são discutidas utilizando uma linguagem simples e interdisciplinar, que vão de história do mundo a engenharia genética.

Aviso previamente: apesar da exposição simples, este é um livro complexo, com muitas ideias e conceitos que podem não agradar as pessoas mais conservadoras. Nem as mais sensíveis, para ser honesta. Se você sofre de ansiedade e pensar nos problemas do mundo te angustia, passe bem longe deste livro.

Mas seja ou não sensível, aconselho a qualquer um que leia com calma, dando a si mesmo tempo para refletir sobre cada tema antes de ir adiante. Algumas partes podem ser difíceis de digerir, mesmo para as mentes mais abertas.

O livro se divide em 21 capítulos que tratam, cada um, de problemas como o colapso ecológico eminente, a desumanização da sociedade através da tecnologia, imigração, cultura, economia, terrorismo, religião, verdade, educação e ficção. Em geral, tanto levantando questões sobre os temas, como discutindo comportamentos necessários para evitar que as coisas piorem. Frequentemente com mais perguntas do que respostas.

Para Harari, não existe mais a possibilidade de lidar com sociedades separadamente, os problemas do século XXI são globais. E apesar de trazer mais perguntas do que respostas, o autor é incisivo em suas sugestões de ações contra estes problemas. O mundo está mudando cada vez mais rápido e as habilidades mais importantes para o futuro são saber aprender e se adaptar a mudanças e conhecer bem nossas próprias mentes e corpos. Será, afinal, que você consegue ser mais rápido que o algoritmo da Google?

A leitura é densa, mas muito interessante e do tipo que faz você querer contar para os outros. O tipo de livro que deveria ser incentivado nas escolas, pois mesmo que as pessoas discordem do autor e entre si, a discussão dos temas será enriquecedora.

E você, já leu este ou outros livros de Yuval Harari? Qual sua opinião sobre eles?

 

Data da primeira publicação: 23 de agosto de 2018
Autor: Yuval Harari
372 páginas – Companhia das Letra